[ Geral ]

Publicado em 10/04/2022 às 19h19 | 118 visualizações | |

Turismo religioso aquece economia em Floriano

Cidade se prepara para sediar mais uma edição da Paixão de Cristo - evento que mobiliza desde vendedores ambulantes até costureiras da região

 

Conforme o último Censo Demográfico realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Piauí é o Estado mais católico do país com cerca de 80% de sua população se declarando adepta da religião em 2010. E a cidade de Floriano também segue essa tradição. Sob a proteção de São Pedro de Alcântara, o município ao Sul do Estado atrai milhares de fieis por suas catedrais e paróquias, além de sediar a maior Paixão de Cristo do Piauí, movimentando a economia local. 

Faltando menos de um mês para a encenação que narra a história de Jesus Cristo, a vendedora ambulante Maria do Carmo, de 58 anos, aguarda ansiosamente a renda extra proporcionada pela realização do evento. “Eu trabalho com barracas de cachorro-quente, bombom e água nas festas e festejos da cidade, mas é na Paixão de Cristo que minha renda melhora. O pessoal vem e chega mais cedo para assistir e traz a família, porque é muito bom assistir uma coisa linda dessa, e eu fico vendendo meus produtos. Já disse até para as outras barraqueiras que, lá no Teatro, o público come o alimento de Deus, que é a palavra, e aqui eles podem forrar o estômago”, afirma a comerciante que trabalha há oito anos vendendo seus produtos durante a Paixão de Cristo de Floriano. 

A costureira e figurinista Rosa Deusa também reforça a importância da renda extra proporcionada pela realização do evento na cidade. Este ano, ela é a responsável pela renovação dos figurinos dos atores, inclusive do elenco nacional convidado. “O Grupo Escalet, pra mim, é uma fonte de renda. É desse trabalho que eu tiro um dinheiro, é uma grande ajuda. Passo o ano todo esperando a Paixão de Cristo porque sei que vai entrar alguma coisa. E são muitos os projetos que o Grupo Escalet realiza na cidade e que a gente trabalha junto”, destaca. 

Para além do retorno financeiro, Rosa Deusa revela a importância social e, até mesmo pessoal, do Grupo de Teatro. “São pessoas que me ajudam na minha convivência, pessoas boas, amigas, que levantam a gente. Estava enfrentando uma crise muito difícil, de depressão, há mais de seis meses, e eles me ofereceram esse trabalho da Cidade Cenográfica. Eles insistiram para que eu pegasse o serviço. O trabalho deles em Floriano é indispensável. Os jovens se empenham e precisam de algo assim, precisam aprender coisas boas, que os levem para um bom caminho, tenho orgulho de dizer que faço parte dessa família”, pondera. 

Fé 

E quem revela mais detalhes sobre o Turismo Religioso na cidade de Floriano é o Conselheiro Paroquial da Catedral São Pedro de Alcântara e Guia Turístico, Wellington Pereira. “Floriano nasce na parte cultural, religiosa e histórica, tendo como então padroeiro principal São Pedro de Alcântara. Na época, a cidade ainda não era Floriano, mas sim Estabelecimento Rural São Pedro de Alcântara. Inclusive, este ano, a Catedral completa 100 anos da sua construção. Ela é um belo cartão postal da cidade, tombada pelo patrimônio histórico e que atrai milhares de turistas, sobretudo em outubro, quando acontecem os festejos do padroeiro”, explica. 

Com o crescimento da cidade, a religiosidade também se expandiu e a fé em torno de Nossa Senhora das Graças e São Francisco de Assis também atrai fieis de cidades vizinhas e de outros estados do país. “Temos ainda o Mosteiro das Monjas Concepcionistas, que foi trazido pelo ex-bispo diocesano Dom Fernando Panico; a Ordem da Imaculada Conceição que festeja a padroeira Santa Beatriz. No bairro Alto da Guia, há os festejos da padroeira Nossa Senhora da Guia; a São Pio também. Além, é claro, da encenação da Paixão de Cristo no segundo maior teatro a céu aberto do Brasil”, completa. 

Paixão de Cristo 

O Grupo Escalet apresenta, desde 1996, a maior Paixão de Cristo do Piauí. Este ano, o evento acontece nos dias 15 e 16 de abril no Teatro Cidade Cenográfica, com roteiro aperfeiçoado e cenários renovados, além de convidados especiais, como Caio Blat, Ana Cecília Costa, Ernani Moraes, Leona Cavalli e Suely Franco. 

Para mais informações: (89) 99454-6999 ou (89) 99425-9417 

Site: www.paixaodecristopi.com.br/ 

Instagram: @paixaodecristopiaui @grupoescalet 

 

Comentários ()

ATENÇÃO !

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mais postagem de [ Geral ]

É dada a largada para 10ª edição do Festival Nacional de Teatro do Piauí

10ª edição do Festival Nacional de Teatro do Piauí

É dada a largada para 10ª edição do Festival Nacional de Teatro do Piauí

 Pela primeira em 27 anos, Jesus não será interpretado por um piauiense na Paixão de Cristo de Floriano

“Interpretar Jesus é a maior experiência para um ator religioso como eu”, revela Caio Blat

Pela primeira em 27 anos, Jesus não será interpretado por um piauiense na Paixão de Cristo de Floriano