[ Geral ]

Publicado em 10/04/2022 às 20h11 | 266 visualizações | |

“Fazer o algoz de Jesus é muito apavorante”

 

Fiel e admirador de Jesus Cristo, o ator Ernani Moraes, que viverá Caifás na Paixão de Cristo de Floriano (PI) entre os dias 15 e 16 de abril, revela o quão desafiadora a encenação, que volta a acontecer com a presença de público em 2022, será para sua vida pessoal e profissional.  

“Fazer o acusador de Jesus na Paixão de Cristo é um desafio enorme pra mim, porque sou fã de Jesus, amo Jesus Cristo, tenho muita fé Nele, sou completamente apaixonado por Jesus, pela sua figura e sua mensagem. E viver um personagem em que vou ter que massacrar Jesus, humilhar Jesus, renegar Jesus, desprezar Jesus, me dá um misto de curiosidade, de como vai sair, e um medo danado. Fazer o algoz de Jesus, o seu acusador, é muito apavorante”, afirma o ator. 

A encenação marcará a volta de Ernani Moraes aos palcos após quase três anos de pandemia. “A Paixão de Cristo de Floriano representa, pra mim, a minha volta triunfal aos palcos. Eu estou há quase três anos sem fazer teatro e voltar fazendo a Paixão de Cristo, com o público me olhando, me acompanhando, será uma emoção muito grande. Estou muito feliz com o retorno do teatro, com o retorno da vida, da normalidade. Estou vacinado com as três doses, tomo a quarta, ou dez doses se for preciso. O que a ciência falar e pedir eu obedeço”, destaca. 

E para interpretar um dos papeis mais desafiadores de sua carreira, Ernani está se preparando diariamente. Segundo o ator, todos os dias, ele reza, lê o evangelho e conversa com Jesus. “Se eu fizer um Caifás bem feito, eu vou conseguir mostrar para as pessoas que o que mais tem por aí são Caifás, principalmente nesses tempos bicudos, de pandemia, dessa política nojenta e suja, onde os demônios são muitos e de muitos lados. Eu acho que Caifás vai ser a síntese desses demônios que se dizem portadores da palavra de Deus, mas na verdade são demônios travestidos de anjos”, pondera. 

O teatro 

Apesar de suas atuações na televisão e no cinema, é o teatro que encanta Ernani Moraes. “O teatro é minha vida. Eu estou com 65 anos, comecei a fazer teatro com 18. Foi no teatro que eu firmei minha carreira, que eu me aprofundei como ator, que tive minhas premiações. E eu sempre digo que televisão e cinema são os desvios da minha carreira; os bons desvios, pois amo fazê-los. Mas, sem dúvida nenhuma, 70% da minha carreira é feita em teatro”, destaca. 

E para quem pretende ingressar na carreira de ator ou atriz, Ernani aconselha: “Faça teatro. Eu sinto que os jovens hoje em dia focam, miram direto na televisão. E o que eu diria para eles é: façam teatro. No teatro, a arte é 100% do ator e das atrizes. É no teatro que está o exercício, a disciplina, é onde a gente ver as nossas diferenças como ator. É no teatro que a gente exerce as várias facetas da nossa personalidade. O teatro é o portal que abre múltiplos caminhos e as múltiplas facetas de cada um de nós”, conclui. 

Sobre a Paixão de Cristo 

O Grupo Escalet de Teatro apresenta, desde 1996, a maior Paixão de Cristo do Piauí. Este ano, o evento acontece nos dias 15 e 16 de abril no Teatro Cidade Cenográfica, com roteiro aperfeiçoado e cenários renovados. Além de Ernani Moraes, o elenco conta com convidados especiais, como Caio Blat, Ana Cecília Costa, Leona Cavalli e Suely Franco. A entrada é gratuita. 

O evento conta com patrocínio da Secretaria de Cultura do Estado do Piauí/Secult, Governo do Estado do Piauí, Governo Federal, Lei Rouanet, Prefeitura de Floriano e apoio do Armazém Paraíba e Ferroleste. 

Para mais informações: (89) 99454-6999 ou (89) 99425-9417 

Site: www.paixaodecristopi.com.br/ 

Instagram: @paixaodecristopiaui @grupoescalet 

Comentários ()

ATENÇÃO !

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião desta página, se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Mais postagem de [ Geral ]

É dada a largada para 10ª edição do Festival Nacional de Teatro do Piauí

10ª edição do Festival Nacional de Teatro do Piauí

É dada a largada para 10ª edição do Festival Nacional de Teatro do Piauí

 Pela primeira em 27 anos, Jesus não será interpretado por um piauiense na Paixão de Cristo de Floriano

“Interpretar Jesus é a maior experiência para um ator religioso como eu”, revela Caio Blat

Pela primeira em 27 anos, Jesus não será interpretado por um piauiense na Paixão de Cristo de Floriano